segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O PONTO CULMINANTE DO ESTADO - Lagoa de Santa Cruz








Mata Grande (AL) , 15 de outubro de 2011.

Hoje acordei às 05:00 horas como de costume, pedi uma montaria com sela e resolvi seguir até a Serra da Lagoa de Santa Cruz com a finalidade de conhecer e pisar no solo do tão comentado ponto culminante do Estado de Alagoas, próximo à cidade de Mata Grande.
A subida íngreme fez a montaria suar e querer desistir, todavia, com paciência e determinação, abrindo e fechando cancelas chegamos lá. Tivemos que deixar a montaria amarrada a um arbusto e seguir a última parte à pé, devido as enormes pedras e rochas existentes no local o que torna o local inacessível aos quadrúpedes.
Tudo estava dentro do programado, de repente a neblina tomou conta o que tornou impossível fotos mais legíveis tanto do local como também das paisagens do lindo horizonte que de lá se vislumbra. As fotos acima nos dão uma idéia da altitude. A imponente Serra da Onça fica abaixo e por cima dela avista-se terras pernambucanas . Do outro lado as Serras da Caiçara em Maravilha, Serra do Poço e outras daquela vizinhança, todavia, a neblina não as deixou mais à vista.
O local é realmente encantador, tem a pedra principal, onde o exército brasileiro, quando fazia o serviço geodésico da região, acumulou pedras sobre pedras, dando ao local possibilidades para que no futuro o local passe a ser freqüentado por turistas. A serra tem a Lagoa que é bem povoada, é dotada fruteiras em abundância, coisas que os nossos ascendentes faziam com esmero e pastagens sempre verdes para bovinos. Com o desassoreamento da lagoa um “pesque e pague” pousada ou mesmo um hotel de categoria com outros atrativos inerente a região, dariam muitos empregos diretos e indiretos o que elevaria o potencial turístico da cidade já bastante freqüentada por romeiros do Santuário de Santa Terezinha do Menino Jesus, obra criada e administrada pelo Pe. Sizo, nosso conterrâneo e grande empreendedor.
Vale ressaltar ainda, as flores nativas que rodeiam o ponto culminante, parece que a natureza caprichosamente as cultiva uma vez que no meio das fruteiras, matas nativas e pastagens, enveredadas entre as rochas esbranquiçadas pelo tempo, elas afloram, dando um ar de maestria toda especial ao local, mesmo sem quaisquer tipos de cultivo e irrigação.
Várias fotos do dia foram disponibilizadas em minha página no Orkut.

2 comentários:

  1. Esquecí de anotar que o ponto culminante do Estado de Alagoas, está a 845 metros acima do nível do mar. Quando estudei geografia constava no livro como sendo 838 metros.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela postagem. Parece-me que agora há controvérsias sobre o ponto mais alto do estado:
    http://www.ufal.edu.br/noticias/2012/03/academicos-do-sertao-realizam-aula-de-campo-no-ponto-mais-alto-de-alagoas

    ResponderExcluir