sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

VULTOS MATAGRANDENSES-Sebastião Guimarães Gomes

Maceió (AL), 30 de dezembro de 2012.

Sebastião de Dona Necy, Sé, Xôxa assim era conhecido o nosso
amigo. Ainda muito jovem foi estudar na Escola Técnica
Agrícola em Satuba -Al., onde formou-se em Técnico Agrícola
e construiu sólidas amizades.

Fez concurso para o Banco do Nordeste onde exercia a função de TA.
Casou-se com a também conterrânea Djorá Alencar, filha de Seu
Jônathas (João Nata).Trabalhou em Mata Grande, Cícero Dantas
e Arapiraca, cidade que adotou para residir e descansar.

Durante o tempo que trabalhou em Mata Grande foi meu professor
de matemática no Ginásio Felix Moreno, colega de trabalho
no Banco do Nordeste e também meu padrinho de casamento em
25 de dezembro de 1967.

Na cidade de Arapiraca após a aposentadoria, tentou se mudar
para Maceió o que não deu certo, retornou então, para Arapiraca
onde era torcedor ferrenho do ASA, sem entretanto, esquecer o
nosso glorioso VASCO DA GAMA.

Infelizmente, no dia 26 do corrente, foi acometido de fortes
dores no peito , não resistindo , veio a falecer.
O seu sepultamento se deu no cemitério São Francisco,onde
descança em paz com a bandeira do ASA e sob os hinos do ASA,
do VASCO DA GAMA e também as melodias do saudoso Nelson Gonçalves.
A família enlutada as nossas condolências.

A missa de sétimo dia será realizada na próxima segunda feira,
dia 02.01.12, às 19,30 horas, aqui em Maceió, na Igreja
Menino Jesus de Praga, localizada próximo a Rua Belo Horizonte
no bairro do Sanatório.

Quando divulguei a notícia do seu falecimento, vejam o que
respondeu o colega Luiz da Rocha Bezerra, atualmente residindo
em Vitória da Conquista- BA.


“On Seg 26/12/11 22:46 , Luiz Bezerra

Caro Germano,

Chegamos a trabalhar juntos, ainda que por curto período. Fomos também colega de Escola Técnica. Homem de pouca conversa circunspecto, mas de uma lealdade para com a instituição e aos amigos a toda prova. Enfim, um funcionário, um amigo, um chefe de família exemplar.

Peço transmitir a família enlutada, o nosso abraço de solidariedade e as nossas condolências.

LUIZ BEZERRA. “

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A ESTRADA DO ALMEIDA











Maceió (AL),28 de dezembro de 2011.


Finalmente, após um longo período a estrada do Almeida foi
recuperada pela Prefeitura de Mata Grande, cujos serviços
foram efetuados com material de boa qualidade, conforme se
vê pelas fotos acima, clicadas no dia 20.12.11.

Agradeço em nome da comunidade alí residente, bem como dos
motoristas, motociclistas e transeuntes que por alí deixaram
de trafegar e agora,estão novamente utilizando aquela vicinal.

A título de sugestão para a Secretária dos Transportes, no
riacho que atravessa a estrada e que a danifica, pode ser
construída uma passagem molhada.
As pedras e areia existentes no próprio local podem ser
aproveitadas, carecendo o Poder Público dispor somente da
mão de obra o do cimento.

sábado, 24 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL E ÓTIMO ANO NOVO

Barra de São Miguel -Al., 24 de dezembro de 2011.

Desejamos aos leitores desde blog um feliz natal e um ótimo ano novo ao tempo em que agradecemos pelas visualizações de páginas o que nos incentiva a continuidade no porvir.
Que as bênçãos de Deus desçam sobre todos favorecendo-os com muita paz e alegria.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O VALOR DE UMA DONA DE CASA

Maceió (AL), 20 de dezembro de 2011.

Um homem chegou em casa, após o trabalho, e encontrou seus três filhos brincando do lado de fora, ainda vestindo pijamas.

Estavam sujos de terra, cercados por embalagens vazias de comida
entregue em casa.

A porta do carro da sua esposa estava aberta.
A porta da frente da casa também.

O cachorro estava sumido, não veio recebê-lo.

Enquanto ele entrava em casa, achava mais e mais bagunça.

A lâmpada da sala estava queimada, o tapete estava enrolado e
encostado na parede.

Na sala de estar, a televisão ligada aos berros num desenho animado qualquer, e o chão estava atulhado de brinquedos e roupas espalhadas.

Na cozinha, a pia estava transbordando de pratos; ainda havia
café da manhã na mesa, a geladeira estava aberta, tinha comida
de cachorro no chão e até um copo quebrado em cima do balcão.

Sem contar que tinha um montinho de areia perto da porta.

Assustado, ele subiu correndo as escadas, desviando dos brinquedos espalhados e de peças de roupa suja.

'Será que a minha mulher passou mal?' ele pensou.

'Será que alguma coisa grave aconteceu?'

Daí ele viu um fio de água correndo pelo chão, vindo do banheiro.

Lá ele encontrou mais brinquedos no chão, toalhas ensopadas,
sabonete líquido espalhado por toda parte e muito papel
higiênico na pia.

A pasta de dente tinha sido usada e deixada aberta e a
banheira transbordando água e espuma.

Finalmente, ao entrar no quarto de casal, ele encontrou sua
mulher ainda de pijama, na cama, deitada e lendo uma revista.

Ele olhou para ela completamente confuso, e perguntou:
Que diabos aconteceu aqui em casa?

Por que toda essa bagunça?

Ela sorriu e disse:

- Todo dia, quando você chega do trabalho, me pergunta:

'- Afinal de contas, o que você fez o dia inteiro dentro de casa?'
-'Bem... Hoje eu não fiz nada, FOFO !!!!

O meu nome é MULHER!
No princípio eu era a Eva
Criada para a felicidade de Adão
Mais tarde fui Maria
Dando à luz aquele
Que traria a salvação
Mas isso não bastaria
Para eu encontrar perdão.
Passei a ser Amélia
A mulher de verdade
Para a sociedade
Não tinha a menor vaidade
Mas sonhava com a igualdade.
Muito tempo depois decidi:
Não dá mais!
Quero minha dignidade
Tenho meus ideais!
Hoje não sou só esposa ou filha
Sou pai, mãe, arrimo de família
Sou caminhoneira, taxista,
Piloto de avião, policial feminina,
Operária em construção...
Ao mundo peço licença
Para atuar onde quiser
Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
E meu nome é MULHER..!!!!

(O Autor é Desconhecido,
mas um verdadeiro sábio...)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

DICAS DE AUTO AJUDA - Um Dia eu Aprendi.

Maceió (AL),19 de dezembro de 2011.

Aprendi que, por pior que seja um problema ou uma situação, sempre
existe uma saída.

Aprendi que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais
tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendi que, perdemos tempo nos preocupando com fatos que
muitas vezes só existem na nossa mente.

Aprendi que, é necessário um dia de chuva, para darmos valor ao Sol.
Mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.

Aprendi que, heróis não são aqueles que realizaram obras notáveis.
Mas os que fizeram o que foi necessário, assumiram as consequências
dos seus atos.

Aprendi que, não vale a pena se tornar indiferente ao mundo e às
pessoas. Vale menos a pena, ainda, fazer coisas para conquistar
migalhas de atenção.

Aprendi que, não importa em quantos pedaços meu coração já foi partido.
O mundo nunca parou para que eu pudesse consertá-lo.

Aprendi que, ao invés de ficar esperando alguém me trazer flores,
é melhor plantar um jardim.

Aprendi que, amar não significa transferir aos outros a
responsabilidade de me fazer feliz. Cabe a mim a tarefa de
apostar nos meus talentos e realizar os meus sonhos.

Aprendi que, o que faz diferença não é o que tenho na vida,
mas quem eu tenho.E que, boa família são os amigos que escolhi.

Aprendi que, as pessoas mais queridas podem às vezes me ferir.
E talvez não me amem tanto quanto eu gostaria, o que não significa
que não me amem muito, talvez seja o Maximo que conseguem.
Isso é o mais importante.

Aprendi que, toda mudança inicia um ciclo de construção,
se você não esquecer de deixar a porta aberta.

Aprendi que o tempo é muito precioso e não volta atrás.
Por isso, não vale a pena resgatar o passado. O que vale
a pena é construir o futuro. O meu futuro ainda está por vir.

Foi então que aprendi que devemos descruzar os braços e
vencer o medo de parti em busca dos nossos sonhos.

Que a paz invada o seu coração neste momento.

Que ela lhe inspire a proseguir lutando... pela vida...
pela felicidade.


Autor Desconhecido.

sábado, 17 de dezembro de 2011

ALGUMAS MUDANÇAS E... OS SESSENTÕES SOFREM PARA ACOSTUMAR

Algumas mudanças... dos anos 70 para os dias de hoje:

Antes era: creme rinse
Agora é: Condicionador

Antes era: obrigado
Agora é: valeu

Antes era: é complicado
Agora é: é fo..

Antes era: collant
Agora é : body

Antes era: rouge
Agora é: blush

Antes era: ancião e corôa
Agora é: Véi

Antes era: bailinho e discoteca
Agora é: balada

Antes era: japona
Agora é: jaqueta

Antes era: nos bastidores
Agora é: making off

Antes era: cafona
Agora é: brega

Antes era : programa de entrevistas
Agora é: talk-show

Antes era: reclame
Agora é: propaganda

Antes era: calça cocota
Agora é: calça cintura baixa

Antes era: flertar, paquerar
Agora é: dar mole

Antes era: oi, olá, como vai?
Agora é: e aê?

Antes era: cópia, imitação
Agora é: genérico

Antes era: curtir, zoar
Agora é: causar

Antesera: mamãe posso ir?
Agora é: véiaaaa, fui!!!

Antes era: legal, bacana
Agora é: manero, irado

Antes era: mulher de vida fácil
Agora é: garota de programa

Antes era: legal o negócio
Agora é: xapado o bagúio

Antes era: pasta de dente
Agora é: creme dental

Antes era: cansaço
Agora é: estresse

Antes era: desculpe
Agora é: foi mal

Antes era: oi, tudo bem?
Agora é: e aê, belê?

Antes era: ficou chateada
Agora é: ficou bolada

Antes era: médico de senhoras
Agora é: ginéco

Antes era: super legal
Agora é: irado

Antes era: primário e ginásio
Agora é: ensino fundamental

Antes era: preste atenção
Agora é: se liga na bagaça

Antes era: por favor
Agora é: quebra essa

Antes era: recreio
Agora é: intervalo

Antes era: radinho de pilhas
Agora é: ipod

Antes era: manequim
Agora é: modelo e atriz

Antes era: retrato
Agora é:foto

Antes era: jardineira
Agora é: macacão

Antes era: mentira
Agora é: kaô

Antes era: saquei
Agora é: tô ligado

Antes era: entendeu?
Agora é: copiou?

Antes era: gafe
Agora é: mico

Antes era: fofoca
Agora é: babado

Antes era: ha ha ha
Agora é: uhauhauhauha

Antes era : fotocópia
Agora é : xerox

Antes era: brilho labial
Agora é: gloss

Antes era : bola ao cesto
Agora é: basquete

Antes era: folhinha
Agora é: calendário

Antes era: empregada doméstica
Agora é: secretária do lar

Antes era: faxineira
Agora é: diarista

Antes era: vou verificar
Agora é: vou estar verificando

Antes era: madureza
Agora é: supletivo

Antes era: vidro fumê
Agora é: insulfilm

Antes era: posso te ligar?
Agora é: posso te add?

Antes era: tingir uma roupa
Agora é: costumizar

Antes era: dar no pé
Agora é: vazar

Antes era: embrulho
Agora é: pacote

Antes era: lycra
Agora é: stretch

Antes era: tristeza
Agora é: deprê

Antes era: beque
Agora é: zagueiro

Antes era: rádio patrulha
Agora é : viatura

Antes era: atlético
Agora é: sarado

Antes era: peituda
Agora é: siliconada

Antes era: professor de ginástica
Agora é: personal trainning

Antes era : quadro negro
Agora é : lousa

Antes era: babosa
Agora é: aloe vera

Antes era : lepra
Agora é : hanseníase

Antes era - Ave Maria!!!
Agora é - Afffff!!

Antes era: caramba
Agora é: caraca

Antes era: namoro
Agora é: pegação

Antes era: laquê
Agora é: spray

Antes era: de montão
Agora é: pracarai !!!

Antes: derrame
Agora é: AVC

Antes era : chapa dos pulmões
Agora é : raio-x de tórax

Antes era: sua bênção papai
Agora é: "Qualé" coroa?

Antes era: voce tem certeza?
Agora é: fala sério aê!

Antes era: banha
Agora é : gordura localizada

Antes era: casa de fundos
Agora é: edícula

Antes era: bar no fim do expediente
Agora é: happy hour

Antes era: costureira
Agora é: estilista!

Antes era: negro
Agora é: afro-descendente

Antes era: professora
Agora é: tia, prô

Antes era: aquele senhor
Agora é: aquele tiozinho

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

DICAS DE AUTO AJUDA - O que é de fato significativo?

Maceió (AL), 15 de dezembro de 2011.



- O filho que muitas vezes não limpa o quarto e fica vendo televisão,
significa que... Está em casa!

- A desordem que tenho que limpar depois de uma festa, significa que...
Estivemos rodeados de familiares e amigos!

- As roupas que estão apertadas significa que...
Tenho mais do que o suficiente para comer!

- O trabalho que tenho em limpar a casa,
significa que...Tenho uma casa!

- As queixas que escuto acerca do governo,
significa que...Tenho liberdade de expressão!

- Não encontro estacionamento, significa que...Tenho carro!

- Os gritos das crianças, significa que...Posso ouvir!

- O cansaço no final do dia, significa que...Posso trabalhar!

- O despertador que me acorda todas as manhãs, significa que...Estou vivo!

-Finalmente pela quantidade de mensagens que recebo, significa que...
Tenho amigos pensando em mim!
- QUANDO PENSAR QUE A VIDA CORRE MAL...
LEIA OUTRA VEZ ESTA MENSAGEM!!! E...
Recebido por e-mail de Kleyde Magaly.

GEOVANA CLEA NA 54ª EXPOSIÇÃO BIENAL DE VENEZA






Invito / Convite
Italiano e Portugues
*GEOVANA CLEA* Na 54. Exposiçao da Bienal de Veneza
Sabato 17 de dezembro 2011, no Palazzo delle Esposizioni de Turim, na sala Nervi. Serà inaugurada a iniziativa promovida pelo Padiglione Italia a 54. Exposiçao internacional da bienal de Veneza para o 150° da unidade da Italia a mostra:
“L’ARTE NON è COSA NOSTRA”
a cura di Vittorio Sgarbi,
Presede o Dr. Giorgio Grasso.
Partecipa da importante manifestaçao reconhecida mundialmente à artista brasileira de Alagoas que vive na Italia Geovana Cléa.
Geovana Clèa, tem se destacado no mundo internacional de Belas Artes, nao somente fazendo mostras individuais e em grupo em varios paises, mas tambem criando projetos artisticos como o recente realizado nas cidades italianas de Milao e Piacenza a mostra intineraria “Brasil Italia, à arte do encontro” que reuniu artistas brasileiros e italianos em ocasiao do ano cultural da Italia no Brasil. com temas que abordavam o respeito e direitos dos povos imigrados.
A artista, que acabou de voltar de Paris, onde partecipou do Salao Nacional de Belas Artes da Fraça no Carrousel do Louvre, apresentarà na Bienal de Veneza uma das obras da coleçao “Origens e Sentimentos” ja apresentadas ao publico pela primeira vez em janeiro deste ano em ocasiao da sua mostra individual no Museo/Galeria di Piacenza, Spazio Rosso Tiziano.
O vernissage inicia as 19.30 hrs, A conferencia serà no dia seguinte 18.12.2011 as 11.30 hrs. A mostra ficarà aberta ao publico atè o dia 30.01.2012.
Para maiores informaçoes: geovanaclea@gmail.com - www.geovanaclea.com
...........................................................
*GEOVANA CLEA* Alla 54. Esposizione della Biennale di Venezia

Sabado 17 dicembre 2011, al Palazzo delle Esposizioni di Torino, nella sala Nervi. Sarà inaugurata l’iniziativa promossa dal Padiglione Italia alla 54. Esposizione internazionale della biennale di Venezia per il 150° dell’unità d’Italia la mostra:
“L’ARTE NON è COSA NOSTRA”
a cura di Vittorio Sgarbi,
Presiede il Dott. Giorgio Grasso.
Partecipa dell’importante manifestazione riconosciuta mondialmente l’artista brasiliana che da diversi anni vivi in Italia Geovana Cléa.
Geovana Clèa, si sta evidenziando nel mondo internazionale delle Belle Arti, no soltanto nelle sue mostre in diversi paesi intercontinentale, ma nell’idealizzazione di progetti artistici, come le recente mostre itinerarie nelle città di Milano e Piacenza “Brasile Italia, l’arte dell’incontro” che ha riunito artisti brasiliani e italiani in occasione dell’anno culturale dell’Italia in Brasile, con tematiche sul rispetto verso i popoli immigrati. E’ stato presente alla mostra il riconosciuto critico d’arte Phillipe Daverio.
L’artista, appena tornata da Parigi dove ha partecipato al Salone Nazionale di Belle Arti francese al Carrousel del Louvre di Parigi, presenterà alla Biennale di Venezia una delle opere della collezione Origini e Sentimenti, già presentate al pubblico per la prima volta lo scorso gennaio in occasione della sua mostra personale al museo/galleria piacentina Rosso Tiziano.
inizio della mostra ore 19.30, La conferenza si terrà il giorno seguente 18.12.2011 alle ore 11.30. La mostra rimarrà aperta fino il giorno 30.01.2012.
Per maggiori informazioni: geovanaclea@gmail.com - www.geovanaclea.com

* Foto di Geovana Cléa, al Carrousel du Louvre di Parigi, il giorno 08.12.2011 in occasione del Salone Nazionale di Belle Arti della Francia.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

SER TRANSPARENTE - Autor Desconhecido -

Maceió (AL), 13 de dezembro de 2011.


Às vezes, nos perguntamos por que é tão difícil ser transparente.
Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero e não enganar os outros. No entanto, é muito mais do que isso.
É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que sentimos. É desnudar a alma, deixar cair às máscaras e baixar as armas.
É destruir os imensos e grossos muros que insistimos tanto em levantar e permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche e transborde.
Infelizmente, quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco. Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda a fragilidade humana.
Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotam da profundeza do nosso ser.
Preferimos nos perder na busca insensata por respostas imediatas a simplesmente nos entregar diante de Deus e admitir que não sabemos todas as respostas, que somos frágeis, que temos medo.
Por mais doloroso que seja construir uma máscara que nos distancia cada vez mais do que realmente somos e de Deus, preferimos manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção.
E vamos nos afogando mais e mais em atitudes, palavras e sentimentos que não condizem com o nosso verdadeiro eu.
Não porque sejamos pessoas falsas, mas porque nos perdemos de nós mesmos e já não sabemos onde está nossa brandura, nosso amor mais intenso.
Com o passar dos anos, um vazio escuro nos faz perceber que já não sabemos oferecer e nem pedir aos que nos cercam o que de mais precioso temos a compartilhar: a doçura, a compaixão e a compreensão.
Muitas vezes sofremos e nos sentimos sós, imensamente tristes e choramos sozinhos, num silêncio que nos remete à saudade de nós mesmos.
Saudade daquilo que pulsa e grita dentro de nós e que não temos coragem de mostrar àqueles que nos querem bem e que nos amam.
Aprendemos que nos mostrar com transparência é sinal de fraqueza, é ser menos do que o outro. Na verdade, se agíssemos deixando que a nossa razão ouvisse o nosso coração, poderíamos evitar muita dor.
* * *
Quando formos surpreendidos pelo sofrimento de qualquer natureza, lembremos primeiramente de Deus, Pai amoroso, que nunca desampara um filho Seu. Fortaleçamo-nos na prece e na fé que conforta e acalma.
Ao partilhar as dores com os nossos afetos, tenhamos a certeza que elas serão abrandadas, pois dividir as angústias, medos e aflições, as torna menores.
Quando partilharmos as alegrias, estaremos fazendo felizes também aqueles a quem estimamos, pois a alegria dos amigos é nossa também.
Expor a nossa fragilidade aos amigos e amores jamais será sinal de fraqueza.
Procuremos, pois, de forma equilibrada, não prender tanto o choro, não conter a demonstração da alegria, não esconder tanto o nosso medo e nossas aflições. Enfim, abandonemos essa ideia de desejarmos parecer tão invencíveis.
Redação do Momento Espírita, com base em texto de autoria desconhecida.
Em 05.07.2011.

TARDE CULTURAL EM MATA GRANDE - Poesia "Metamorfose"

APRESENTAÇÃO DA POESIA "METAMORFOSE",DE OLAVO DA CAMPOS
MENDONÇA MUSICADA POR RAUL MALTA E PELO ALUNO DO COLÉGIO
SANTA MADALENA SOFIA, THÉO BRANDÃO.












METAMORFOSE
Olavo de Campos.

Sinto dentro em meu peito um rugido profundo,
Que o meu ser estremece em convulsões tremendas
Eu penso às vezes ter do meu peito no fundo
Um covil infinito de panteras horrendas.

Penso às vezes também ser um monstro das lendas;
Um centauro, um dragão ou qualquer furibundo,
Procurando sair, se exibir em contendas
E de vez acabar o que existe no mundo.

Não sei se é o coração, que perdendo os sentidos,
Chora, canta, sorri se enraiva e se exaspera,
Soltando quando em quando uns estranhos rugidos.

Ele que sempre fora uma pomba, um pardal,
Hoje, mais se assemelha a uma horrível fera
Com as garras de abutre e os dentes de chacal.

domingo, 4 de dezembro de 2011

TARDE CULTURAL EM MATA GRANDE - Poesia

Maceió (AL), 04 de dezembro de 2011.



Momento em que declamei a poesia abaixo a pedido de Márcia. Imaginei naquele momento que o autor se referia a Fonte do Cumbe.

BARAÚNA DA FONTE

Poesia de Olavo de Campos


Baraúna da fonte, à vossa sombra amiga,
Eu venho repousar, enfim, mais um momento.
Fui ingrato, bem sei, vos dei o esquecimento
E fui viver distante, em meio da intriga.

Quero agora de novo escutar as cantigas
Dos pássaros daqui, na galharia ao vento;
Eu quero adormecer em pleno firmamento
À sombra do umbuzeiro e umburanas antigas.

Este será, talvez, meu derradeiro ensejo;
Por isso hei de selar com fervoroso beijo,
Aposto a vosso tronco, oh velha baraúna...

Conduzi-o, pois, convosco, à imensa profundeza,
Dessa terra que é minha e vossa com certeza,
Um dia há de chegar que ela também nos una.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

TARDE CULTURAL EM MATA GRANDE - Poesia



AO SINO DE MATA GRANDE
Poesia de Olavo de Campos.


Porque me fere de tristeza o sino
Terno e queixoso aqui de minha terra
Será porque relembra de menino,
Toda saudade que meu peito encerra?

Ouvi-lo é ouvir a voz de um cristalino
Regato manso que tranquilo erra,
Sobre um leito de rosas purpurino,
Descendo, esguio, em zig zag a serra.

Se à tarde ouvindo a Ave-Maria, ponho,
Meu triste olhar pelo horizonte ao longe,
Como que fico adormecido e sonho.

Sonho que estou na solidão mais triste,
Qual exilado e solitário monge
Onde somente meu passado existe...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Maceió (AL), 30 de novembro de 2011.











AOS AMIGOS COORDENADORES:
IMPOSSIBILITADO PELA DISTANCIA FISICA, DE PARTICIPAR DESTA MERECIDA HOMENAGEM A ESTE ILUSTRE MATAGRANDENSE OLAVO DE CAMPOS MENDONÇA PEÇO A VOCÊS NO INICIO DAS FESTIVIDADES, SE FOR POSSIVEL, LEIAM ESTES VERSOS E DIGA A TODOS QUE APESAR DA DISTANCIA FISICA QUE NOS SEPARA EU ME SINTO FELIZ POR TUDO.


``OLAVO DE CAMPOS MENDONÇA UM POETA QUASE UM GÊNIO


AO POVO MATAGRANDENSES
SILENCIO E MUITA ATENÇÃO
QUERO FALAR DE UM POETA
DAQUI DO NOSSO TORRÃO

A TODOS QUE ESTÃO PRESENTE
O NOSSO MUITO OBRIGADO
POR TER VINDO PRESTIGIAR
A ESTE HOMEM ABNEGADO

PEÇO AJUDA DO BOM DEUS
TOMARA QUE ELE ME MANDE
PARA FALAR DESSE VULTO
NASCIDO NA MATA GRANDE

COMO TODO BOM BRASILEIRO
TEM SEMPRE CURTA MEMORIA
OLAVO DE CAMPOS MENDONÇA
ESCREVEU NOSSA HISTORIA

SEMPRE MUITO ESTUDIOSO
CRESCENDO COM DINAMISMO
ESTUDOU EM MACEIO
SE FORMANDO EM JORNALISMO

PRA MIM UM GRANDE POETA
HOMEM DE MUITA CULTURA
FOI UM GRANDE JORNALISTA
UM GENIO EM LITERATURA

O SEU NOME DE BATISMO FOI
OLAVO DE CAMPO MENDONÇA
O PADRE VIU NO MENINO
FUTURO E MUITA ESPERANÇA

AQUI VAI MINHA MENSAGEM
A TODOS OS QUE ESTÃO AQUÍ
NÃO IMPORTA QUEM GANHA
O BOM MESMO É COMPETIR

PRA TODOS OS PARTICIPANTES
PALAVRAS QUE VEM DA ALMA
RECEBAM EM NOME DO MESTRE
UMA GRANDE SALVA DE PALMAS.


JOSE FREITAS DE LIMA
Um ajudante de poeta: filoca

DICAS DE CULTURA - Geovana Cléa















Fotos com o local de exposição, da artista e do trabalho.

Maceió (AL), 30 de novembro de 2011

Recebi da amiga Sônia, diretamente da Belgica o e-mail abaixo transcrito, informando que Geovana Cléa, já é consagrada artista de Belas Artes.
Geovana é filha do casal Luiz Celso Malta Brandão e Rita Tenório Cavalcante, ele de saudosa memória, foi prefeito da cidade de Inhapi e ela da cidade de Canapi.
Os matagrandenses, inhapienses e canapienses sentem orgulho pelo sucesso empreendido por Geovana.
Aproveitamos a oportunidade para parabenizar a artista pela linda trajetória e desejar muitas felicidades.
......................................................



"Quinta feira 8 de dezembro 2011 na sala Le Notre do Carrossel do
Louvre de Paris, serà inaugurado o Salao Nacional da Sociedade de
Belas Artes da França, organizada pela mesma SNBA e patrocinada
pelo Presidente da Republica Francesa Monsieur Nicolas Sarkozy.

Entre os partecipantes da importante manifestaçao de
reconhecimento mundial, a artista brasileira de alagoas Geovana Cléa.
Que foi apresentada para comissao de Belas Artes parisiense, através
da Galeria Ward Nasse de Nova York onde a mesma faz parte do grupo de artistas curado pela curadora e artista tambem brasileira Leda Maria.

O SNBA da França através de uma delicada seleçao, analisa obras de
artistas do mundo inteiro que sao indicados pelas delegaçoes de
belas artes de varios paises e seleciona dentro da propria
delegaçao quais obras sejam aptas a participar do evento.

Geovana Clèa, tem se destacado no mundo internacional de Belas
Artes, nao somente fazendo mostras individuais e em grupo em varios
paises, mas tambem criando projetos artisticos como o recente
realizado nas cidades italianas de Milao e Piacenza a mostra itineraria “Brasil Italia, à arte do encontro” que reuniu artistas brasileiros e italianos em ocasiao do ano cultural da Italia no Brasil.
com temas que abordavam o respeito e direitos dos povos imigrados.

A artista alagoana, apresentara ao publico frances a obra: THINK
BRASIL (Pensando no Brasil) a obra faz parte da coleçao que a artista
apresentou em uma mostra individual que a mesma nominou
“ORIGENS E SENTIMENTOS” na Galleria Rosso Tiziano di Piacenza –
Italia, em janeiro deste ano, a exposiçao foi uma homenagem à sua terra madre.



O vernissage inicia as 18.00 horas e vai até 22.00 horas do dia 8, e
ficarà aberta ao publico atè o dia 11 de dezembro de 2011 das 10.00
atè as 20.00 horas todos os dias, no
Carrousel du Luovre – 99 rue de Rivoli. Paris – France

Per maggiori informazioni: geovanaclea@gmail.com - www.geovanaclea.com

2011/11/25 Sonia Maria Xavier de Araujo Ulrich "

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

TARDE CULTURAL EM MATA GRANDE












Maceió (AL), 24 de novembro de 2011.

No último domingo (20.11.11) conforme havia sido divulgado, houve a realização da tarde cultural com a finalidade de divulgar o livro “VOU BOTAR FORA” do escritor matagrandense OLAVO DE CAMPOS MENDONÇA.
Sobre o escritor, solicito que releiam matérias publicadas neste blog nos dias 03.09.11 e convites sobre o evento nos dias 30.10 e 06.11.11.
No que concerne ao evento, saímos de Maceió ao amanhecer do dia e por volta das nove horas Icléa e eu já estávamos em Mata Grande. Depois chegou o Desembargador Severino e seu sobrinho Thales e por fim o Vereador Marcelo Malta, seu irmão Marquinho e a sua mãe Marlene Silva. Coube a mim a tarefa de ser o cicerone já que as organizadoras Márcia, Rafaela e Regina tinham que arrumar a Praça da Matriz para receber os participantes e convidados.
Houve vinte inscrições a concorrerem aos prêmios, afora outras, que pelo brilhantismo do evento também participaram sem concorrer. A tradicional queima de fogos foi anunciada pela prima Márcia e logo em seguida chegou a Banda de Música que deu um toque todo especial ao evento, executando o frevo carnavalesco “Vou Botar Fora” de autoria de Olavo de Campos no ano de 1931.
Foi composta a mesa julgadora com o Desembargador Severino, o Vereador Marcelo Malta, Senhoras Marlene Silva, Francisca Sandes (Secretária Municipal de Educação) e da Professora Roberta Machado que tiveram muitas dificuldades em escolher quem seria premiado em primeiro, segundo e terceiro lugar, tamanha foi a desenvoltura dos que declamaram as poesias do livro e também se apresentaram em pequenos dramas, danças e canções alusivas ao livro.
A professora Lurdinha Alencar, declamou uma linda poesia de sua própria autoria, homenageando Olavo de Campos.
A bancária Fátima Feitosa, entusiasmada declamou a poesia “E O VENTO LEVOU”, a bancária Nelia Paula declamou "AO SINO DE MATA GRANDE" e eu declamei “BARAUNA DA FONTE” e também outra,enviada de São Paulo pelo conterrâneo José Freitas.
Paulatinamente, iremos divulgando neste blog as poesias declamadas, além de outras alusivas a Mata Grande, seus sítios e personagens a quem o autor homenageou em seus belos poemas.
Facultada a palavra o jovem seminarista Joelder fez um brilhante discurso solicitando que outros eventos fossem realizados para a divulgação de notáveis vultos matagrandenses.
O Padre Gilberto e o Vereador Marcelo Malta também elogiaram a organização do evento. Regina, descendente de Olavo de Campos também externou o seu enorme contentamento, agradecendo a todos se apresentou como exímia dançarina e após o encerramento, a prima Márcia agradeceu a presença dos familiares, convidados e amigos, começando aí, um pequeno grito de carnaval , com a participação dos foliões em plena Praça da Matriz.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

CONTERRÂNEOS HISTÓRICOS - Pe. Guimarães


HILDEBRANDO VERÍSSIMO GUIMARÃES – (Cônego)

“Nasceu em Mata Grande no dia 31 de agosto de 1929 onde também foi batizado, foi o décimo e último filho do ilustre casal Veríssimo Júlio Guimarães e Joana Barbosa Guimarães.

Desde o tempo de criança já alimentava o desejo de tornar-se um homem abnegado ao serviço de Jesus Cristo, iniciando os seus estudos na cidade, porém, ao completar 12 anos de idade, deixou a sua terra e o aconchego de sua família para iniciar os seus estudos preparatórios para uma congregação de ministro de Deus no Seminário Nossa Senhora da Assunção em Maceió.
Sempre com o intuito de transmitir ensinamentos a sabedoria de vida e, sobretudo a sabedoria da alma, ainda muito jovem seguiu para Porto Alegre – RS, onde fez o curso de Teologia no Seminário Central de São Leopoldo, tornando-se SACERDOTE aos 25 anos de idade, no dia 08 de dezembro de 1954 ainda cursando o 3º ano teológico, celebrando a sua primeira missa em Mata Grande, no dia 09 de janeiro de 1955.

No dia 16 de janeiro de 1956 chegou a Diocese de Penedo, jovem e sempre dinâmico o padre sertanejo iniciou seus trabalhos como professor e Diretor do Colégio Diocesano, foi Diretor, fundador e cotista da Emissora Rio São Francisco,na época, primeira e única do interior do Estado de Alagoas, com audiência até na sua terra natal. Foi organizador da Cooperativa Agrícola de Penedo, juntamente com o Bispo.
Padre Guimarães quando assumiu a Direção do Colégio, o mesmo passava por uma transformação. Vários problemas de ordem disciplinar tinham surgido, de modo que o novo sacerdote encontrou o Colégio com apenas setenta e oito alunos e o internato já tinha sido fechado.
Com o seu entusiasmo e experiência dinamizou a vivência do Colégio e já no ano de 1957 conseguiu que o internato voltasse a funcionar, restaurou a Banda Marcial que deu vida aos desfiles e excursões do ginásio, criou o Ginásio Noturno e o Curso Científico.

Penedo foi o campo de suas primeiras experiências de pastor, onde verteu o mais duro suor na aprendizagem do conhecimento humano. Foi o berço de sua prática ministerial, local onde externou todo o seu brio, valentia empreendedora e sua imensa bondade.


No ano de 1967 foi nomeado vigário da Catedral – Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, Padroeira da Diocese de Penedo, onde ficou até o ano de 1976 quando passou a conduzir os rebanhos das Capelas de Campo Alegre, São Miguel dos Campos e Boca da Mata.
Como se não bastasse seu denodado trabalho como pastor era Professor do Estado, tornando-se Mestre na UFAL, onde exerceu as funções de Pró-Reitor para assuntos acadêmicos, completando-se como Membro do Conselho Estadual de Educação e Integrante do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Alagoas.


No ano de 1976 ao chegar a Campo Alegre não foi somente um evangelizador, mas acima de tudo um educador preocupado com a formação moral e religiosa do rebanho que tinha que conduzir e já no dia 03 de abril de 1978 inaugurou a primeira escola de primeiro grau maior e quatro anos depois foi fundado o curso de magistério, fruto do seu incansável trabalho junto às lideranças da cidade.
Com seus recursos comprou os instrumentos para a primeira banda fanfarra e os doou a Escola Cenecista Miguel Matias da qual foi professor e o seu primeiro Diretor onde ficou por onze anos. Esta Banda chegou a ser classificada como a segunda melhor do Estado.
Sempre dedicado ao serviço Pastoral, em 1982 a capela tornou-se Paróquia , conseguindo a seguir construir a nova Igreja Matriz de Campo Alegre. Construiu também a Vila São Francisco para abrigar famílias carentes. Construiu o Centro Comunitário Paroquial e ainda a Igreja de Santa Luzia, deixando a paróquia no ano de 1989.


Na cidade de Boca da Mata foi pároco durante 14 anos; quando assumiu ainda era capela, todavia, construiu a Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia, fundou a casa paroquial, foi fundador da feira da fraternidade e professor da Escola Dr. João Evangelista Tenório.


Assumiu por fim, a paróquia de São Miguel dos Campos a maior da Diocese de Penedo onde passou quase vinte anos, lá deixou ótimos feitos dos quais alguns são citados:
Construção de Creche e a da Igreja de N. S. de Fátima, no bairro de Fátima; Construção do Salão Paroquial e da Casa Paroquial; Construção da Casa paroquial de Jequiá da Praia e Construção da Igreja Nossa Senhora do Livramento em Roteiro -Al.
Como também era um grande educador, em 1993 assumiu o cargo de Presidente do Conselho Comunitário Cenecista da Escola Cenecista de São Miguel dos Campos- Al.


Monsenhor Guimarães com 65 anos e 40 de sacerdócio ainda desempenhava com muita eficiência os trabalhos de Administrador da Diocese de Penedo. Ao longo de sua vida realizou mais ou menos 150.000 casamentos e 700.000 batizados afora inúmeros trabalhos paroquiais.


Deus tem seus planos e o chamou para a Sua casa, sendo o Monsenhor Hildebrando devoto de Nossa Senhora, teve a honra de voltar ao Pai no dia 06 de agosto de 1994 , mês que nasceu, dia do Padre e de Nossa Senhora. Os céus escolheram este dia e as suas funções e obrigações sacerdotais foram caladas”.

Este resumo da sua biografia foi extraído do texto do 3º ano Magistério de Campo Alegre, Setembro de 1994 enviado pelo seu sobrinho Everaldo Gomes Guimarães.

domingo, 6 de novembro de 2011

REDESCOBRINDO OLAVO DE CAMPOS - Convite

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MARIA ALVES MACHADO

CONCURSO
REDESCOBRINDO OLAVO DE CAMPOS: UMA ABORDAGEM CRIATIVA DE SUA LITERATURA.

EDITAL

A BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MARIA ALVES MACHADO EM PARCERIA COM A Sra. REGINA DE CAMPOS, NETA DO HOMENAGEADO, SE PROPÕE DIVULGAR A OBRA DO GRANDE MATAGRANDENSE, OLAVO DE CAMPOS, TENDO COMO FINALIDADE DESPERTAR O INTERESSE PELA VIDA E PELA OBRA DESSE VULTO MATAGRANDENSE, QUE TRAZIA COMO CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS, A SIMPLICIDADE, O TALENTO LITERÁRIO E UM INQUESTIONÁVEL AMOR À SUA TERRA NATAL.

REGULAMENTO DAS INSCRIÇÕES:

ART. 1º AS INSCRIÇÕES SERÃO GRATUITAS E DEVERÃO SER FEITAS NA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MARIA ALVES MACHADO NO PERÍODO DE 03 DE OUTUBRO A 14 DE NOVEMBRO DE 2011, DAS 8 ÀS 12H. E DAS 14 ÀS 17H. OBEDECENDO A UM LIMITE MÁXIMO DE 10 (DEZ) INSCRIÇÕES PARA CADA MODALIDADE.

ART. 2º PODERÁ INSCREVER-SE QUALQUER CIDADÃO MATAGRANDENSE. BASTANDO PARA ISSO PREENCHER A FICHA DE INSCRIÇÃO E APRESENTAR 2 (DUAS) VIAS DA POESIA ESCOLHIDA.
CADA CANDIDATO PARTICIPARÁ COM 1 (UMA) POESIA DAS APRESENTADAS.

ART. 3º A POESIA ESCOLHIDA SERÁ DECLAMADA OU APRESENTADA SOB A FORMA DE DRAMATIZAÇÃO, JOGRAL, PEÇA TEATRAL OU MÚSICA. OBEDECENDO A UM LIMITE MÁXIMO DE 10 (DEZ) APRESENTAÇÕES POR MODALIDADE.


DA SELEÇÃO:

ART. 4º A COMISSÃO JULGADORA SERÁ CONSTITUÍDA POR 5(CINCO) MEMBROS, CUJOS NOMES SERÃO ANUNCIADOS NA HORA DAS APRESENTAÇÕES.

ART. 5º A COMISSÃO JULGADORA FARÁ A SELEÇÃO ATRIBUINDO DE 0 A 2 PONTOS A CADA UM DOS ITENS A SEGUIR:

I. PONTUALIDADE
II. CLAREZA NA TRANSMISSÃO DA MENSAGEM (POESIA)
III. FIGURINO
IV. RECURSOS UTILIZADOS
V. CRIATIVIDADE

DA PREMIAÇÃO:

ART. 6º AS APRESENTAÇÕES SELECIONADAS RECEBERÃO AS SEGUINTES PREMIAÇÕES:
1º COLOCADO – R$ 200,00 (DUZENTOS REAIS) E 10 (DEZ) LIVROS
2º COLOCADO – R$ 100,00 (CEM REAIS) E 8 (OITO) LIVROS
3º COLOCADO – R$ 50,00 (CINQUENTA REAIS) E 5 (CINCO) LIVROS

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:

ART. 7º AS ESCOLAS CUJOS ALUNOS FOREM SELECIONADOS RECEBERÃO UM TROFÉU.

ART. 8º OS CASOS OMISSOS SERÃO JULGADOS PELA COMISSÃO ORGANIZADORA.

ART. 9º AO PARTICIPAREM, TODOS OS CANDIDATOS ACEITARÃO AUTOMATICAMENTE AS CONDIÇÕES ESTABELECIDAS NO PRESENTE REGULAMENTO.

COMISSÃO ORGANIZADORA:
REGINA DE MENDONÇA ICLEA BARBOSA DE MENDONÇA
RAFAELA BARBOSA MALTA MENEZES MANUEL PEREIRA NUNES
GERMANO MENDONÇA ALVES MÁRCIA MARIA MACHADO NUNES
I

PIADA - Uma Lição Fundamental

Maceió (Al), 06 de novembro de 2011.

Jamais faça pergunta sem ter certeza da resposta!

Inquirição em Juízo de um policial pelo advogado de defesa do réu, que tentava abalar a sua credibilidade.

Advogado: Você viu meu cliente fugir da cena do crime?
Policial: Não senhor. Mas eu o vi a algumas quadras do local do crime e o prendi como suspeito, pois ele é e se trajava conforme a descrição dada do criminoso.

Advogado: E quem forneceu a descrição do criminoso?
Policial: O policial que chegou primeiro ao local do crime.

Advogado: Um colega policial forneceu as características do suposto criminoso. Você confia nos seus colegas policiais?
Policial: Sim, senhor. Confio a minha vida.

Advogado: A sua vida? Então diga-nos se na sua delegacia tem um vestiário onde vocês trocam de roupa antes de sair para trabalhar.
Policial: Sim, senhor, temos um vestiário.

Advogado: E vocês trancam a porta com chave?
Policial: Sim, senhor, nós trancamos.

Advogado: E o seu armário, você também o tranca com cadeado?
Policial: Sim, senhor, eu tranco.

Advogado: Por que, então, policial, você tranca seu armário, se quem divide o vestiário com você são colegas a quem você confia sua vida?
Policial: É que nós estamos dividindo o prédio com o Tribunal de Justiça, e algumas vezes nós vemos advogados andando perto do vestiário.

Uma gargalhada geral da platéia obrigou o Juiz a suspender a sessão.

sábado, 5 de novembro de 2011

DICAS DE DIREITO - Direitos que não são divulgados!

Maceió (AL), 05 de novembro de 2011.

1. CERTIDÃO DE NASCIMENTO / CASAMENTO:
Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar!
Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário.
Depois, o documento chega por Sedex.



2. AUXÍLIO À LISTA
Telefone 102... não!
Agora é: 08002800102
Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são
importantes....

NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.
SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO
VERDADEIRAMENTE GRATUITO.




3. DOCUMENTOS ROUBADOS - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade -
Lei n°3.051/98 -

Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:
Habilitação,
Identidade,
Licenciamento Anual de Veículo.

DICAS DE CULTURA - Mensagem aos Conterrâneos.

Maceió (AL), 05 de novembro de 2011.


Podemos dizer que éramos felizes e não sabíamos por que fomos criados com severidade, ensinamentos de humildade quando não, uma disfarçada pobreza. Tínhamos que orar nas refeições e pedir a bênção dos pais e pessoas mais velhas que nos visitavam. O domingo, nem se fala, era diferente, tínhamos que vestir a melhor roupa e ir assistir a missa matinal, não importava o frio e tampouco o calor.
O Padre Aloysio celebrava a missa em latim, de costas para os fiéis e era rigoroso com quem conversava na Igreja, todavia, todos respeitavam porque Deus era Louvado acima de quaisquer situações. Se fosse para o bem da família era uma Graça concedida por sua Infinita Bondade, no entanto, se algo de mal acontecia ninguém incriminava porque era a vontade de Deus, daí, tínhamos uma trajetória firme na fé.
Os tempos passaram, muitas famílias si quer, sentam a mesa para as refeições normais, quanto mais haver diálogos entre pais e filhos, pedir a bênção dos pais é coisa do passado. As atitudes mudaram consubstancialmente e hoje presenciamos as mais horríveis histórias de pessoas que passam por privações sociais, movidas pelo desregramento de condutas e atitudes dos filhos que escapam dos controles dos chefes da casa.
Queridos conterrâneos relembrem a forma como foram criados e tentem repassar aqueles ensinamentos recebidos aos filhos e netos, visando corrigir quaisquer distorções familiares atualmente existentes.
Pensem no que deu certo em suas existências e desejem o mesmo aos seus descendentes. No futuro eles vão agradecer, mesmo que hoje manifestem suas críticas.
Sítio Almeida, Mata Grande (AL), 12 de outubro de 2011.

DICAS DE AUTO AJUDA - Vale a pena ler e por em prática.

Maceió (AL), 05 de novembro de 2011.

Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas;
Perdoe-as assim mesmo.

Se você é gentil, as pessoas podem acusá-la de egoísta e interesseira;
Seja gentil assim mesmo.

Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros;
Vença assim mesmo.

Se você é honesta e franca, as pessoas podem enganá-la;
Seja honesta e franca assim mesmo.

O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora pra outra;
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja;
Seja feliz assim mesmo.

O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã;
Faça o bem assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante;
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final das contas isto é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e as outras pessoas.

Madre Teresa de Calcutá

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

AS SERRA DE MATA GRANDE - A Serra da Boa Vista




Maceió (AL), 31 de outubro de 2011.



A Serra da Boa Vista tem características próprias. A fazenda onde ela fica pertencia ao Sr. João Lalau e nos idos de 1960 passou para a família “Firmo Soares “do saudoso fazendeiro José Firmo Soares que ali criou a sua família e ainda hoje seus filhos e netos habitam e trabalham na Fazenda Boa Vista.
A Serra ainda conservam as suas matas originais onde os macacos, cobras, tatus e outros animais do bioma caatinga sobrevivem, não obstante, a caça devastadora e impertinente ainda prevalecer.

domingo, 30 de outubro de 2011

TARDE CULTURAL EM MATA GRANDE - Convite

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA MARIA ALVES MACHADO



CONVITE


GOSTARÍAMOS DE CONTAR COM A VOSSA ILUSTRE PRESENÇA NA TARDE CULTURAL, QUE ACONTECERÁ NO DIA 20 DE NOVEMBRO DE 2011, ÀS 14 h., NA PRAÇA DA IGREJA MATRIZ NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO EM MATA GRANDE, CUJO TEMA SERÁ A VIDA E A OBRA DO POETA MATAGRANDENSE OLAVO DE CAMPOS.



ATENCIOSAMENTE,




REGINA DE CAMPOS
RAFAELA BARBOSA MALTA MENEZES
GERMANO MENDONÇA ALVES
ICLEA BARBOSA DE MENDONÇA
MANUEL PEREIRA NUNES
MÁRCIA MARIA MACHADO NUNES

DICAS DE CULTURA - Poesia sobre Mata Grande

EU VI UM LUGAR ASSIM (Sinésio Santos)


Eu ví um lugar diferente
Entre mata e serra
O povo plantou sua semente
Nesse pedacinho de terra

Eu ví um povo feliz
Em sua modesta civilização
Distante no imenso país
Bem nos confins do sertão

Nunca ví um lugar assim
De detalhes e de grandezas
Não ví um belo jardim
Mas ví um pedaço da natureza

Ví crianças e velhos na ladeira
Ví moços e moças namorando
Ví pessoas de toda maneira
Uns cantando, outros chorando.

Carros e motos trafegando
Pelos pontos mais altos do lugar
Ví muita gente palestrando
Esse ano o milho vai dar.

Eu ví a chuva cair na serra
Eu ví esperanças nas pessoas
Eu ví um povo amar sua terra
No pedacinho de Alagoas.

Eu ví escadaria por todo canto
Principalmente subindo a Matriz
Eu ví um povo cheio de encanto
Eu ví um povo feliz

Eu ví gente indo e voltando
Em busca da sobrevivência
Outros nos bares cantando
Outros sentados com paciência

Eu ví lugar deslumbrante
Um lugar que marcou em mim
Pois é, meu amigo viajante
MATA GRANDE é assim.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

A IGREJINHA DA SERRA DA ONÇA





Maceió (AL), 28 de outubro de 2011.

Tenho escrito e difundido as Igrejas de Mata Grande , todavia, nunca pensei em fazer nenhuma referência a igrejinha da Serra da Onça. Hoje, entretanto, revendo as fotos na página do Orkut da matagrandense Vanuzia deparei-me com a foto acima.
Devido a idade, e por ter optado em rezar o terço dos homens no Monte Santos às sextas-feiras Santas nunca mais subi a serra, fiquei no entanto muito entristecido em ver mais uma obra dos nossos antepassados depreciada ao extremo. Não existe mais a madeira, tampouco as telhas que davam abrigo a quem ali chegava cansado após a escalada da serra.
A igrejinha foi construída pelo Comerciante Antônio Rodrigues Albuquerque e tornou-se um símbolo para a nossa terra. Encravada no topo da Serra da Onça, é um verdadeiro cartão postal da cidade, um dos locais com condições de proporcionar opções turísticas as mais variadas possíveis, necessitando somente do apoio dos gestores que assumem os destinos do município.
Dentre as opções podemos citar a enorme pedra da gruta, onde o” rapel” pode ser praticado e na parte de cima a criação de uma rampa para utilização por parte dos amantes da “asa delta” o que traria com certeza inúmeros adeptos. Na serra, poder-se-ia também iniciar uma trilha, a partir da serra do Angico, onde se pudesse chegar até a igrejinha, trazendo mais tranquilidade para quem quisesse subir sem se submeter aos perigos da escalada pelo caminho convencional. Como sabemos, por ocasião da Semana Santa, virou uma tradição escalar a Serra, tanto como divertimento como também por sacrifício, pois tem uma enorme pedra onde para subir se torna necessário a utilização das mãos, tanto na subida como também na descida.
Neste ponto é salutar a colocação de degraus com corrimão com a finalidade de diminuir os riscos de acidentes, principalmente para os mais idosos como também para os que tem receio de cair.
A igrejinha foi construída à base de pedra e cal. Não sei que métodos os pedreiros daquela época utilizavam, sei, no entanto que as paredes são muito resistentes a erosão, tanto dos constantes ventos como também das chuvas e o desgaste, apesar do tempo, é muito pouco. A única coisa que lamentamos foi a destruição da madeira e telhas. Urge que se faça o conserto dando ao lugar condições adequadas para abrigar quem se aventura na escalada.
Quem visita a serra nunca esquece, leia o que escreveu o poeta e escritor potiguar Walter Medeiros que passou parte da sua infância em Mata Grande, na matéria publicada neste blog no dia 07.11.10.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

O PONTO CULMINANTE DO ESTADO - Lagoa de Santa Cruz








Mata Grande (AL) , 15 de outubro de 2011.

Hoje acordei às 05:00 horas como de costume, pedi uma montaria com sela e resolvi seguir até a Serra da Lagoa de Santa Cruz com a finalidade de conhecer e pisar no solo do tão comentado ponto culminante do Estado de Alagoas, próximo à cidade de Mata Grande.
A subida íngreme fez a montaria suar e querer desistir, todavia, com paciência e determinação, abrindo e fechando cancelas chegamos lá. Tivemos que deixar a montaria amarrada a um arbusto e seguir a última parte à pé, devido as enormes pedras e rochas existentes no local o que torna o local inacessível aos quadrúpedes.
Tudo estava dentro do programado, de repente a neblina tomou conta o que tornou impossível fotos mais legíveis tanto do local como também das paisagens do lindo horizonte que de lá se vislumbra. As fotos acima nos dão uma idéia da altitude. A imponente Serra da Onça fica abaixo e por cima dela avista-se terras pernambucanas . Do outro lado as Serras da Caiçara em Maravilha, Serra do Poço e outras daquela vizinhança, todavia, a neblina não as deixou mais à vista.
O local é realmente encantador, tem a pedra principal, onde o exército brasileiro, quando fazia o serviço geodésico da região, acumulou pedras sobre pedras, dando ao local possibilidades para que no futuro o local passe a ser freqüentado por turistas. A serra tem a Lagoa que é bem povoada, é dotada fruteiras em abundância, coisas que os nossos ascendentes faziam com esmero e pastagens sempre verdes para bovinos. Com o desassoreamento da lagoa um “pesque e pague” pousada ou mesmo um hotel de categoria com outros atrativos inerente a região, dariam muitos empregos diretos e indiretos o que elevaria o potencial turístico da cidade já bastante freqüentada por romeiros do Santuário de Santa Terezinha do Menino Jesus, obra criada e administrada pelo Pe. Sizo, nosso conterrâneo e grande empreendedor.
Vale ressaltar ainda, as flores nativas que rodeiam o ponto culminante, parece que a natureza caprichosamente as cultiva uma vez que no meio das fruteiras, matas nativas e pastagens, enveredadas entre as rochas esbranquiçadas pelo tempo, elas afloram, dando um ar de maestria toda especial ao local, mesmo sem quaisquer tipos de cultivo e irrigação.
Várias fotos do dia foram disponibilizadas em minha página no Orkut.

sábado, 15 de outubro de 2011

O DIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA EM MATA GRANDE




Sítio Almeida, Mata Grande -Al., 12 de outubro de 2011.

No dia 12.10.2011 eu e Icléa saímos de Maceió e paramos em Santana do Ipanema na residência do casal Paula e Germano Enrico, onde após acordarmos a neta Letícia, tomamos um lauto café, à base de bode seco assado com cuscuz, uma delícia. Após assistirmos as peraltices de Luiz Enrico, seguimos para Mata Grande onde almoçamos. Em seguida nos dirigimos para a Fazenda Boa Sombra de propriedade do casal Francisco Barbosa e Eva Canuto,(veja foto do casal anfitrião assistindo a missa) eles tios da minha esposa, local onde se comemora com muita fé o dia dedicado a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

Por volta das 17 horas seguimos para o bairro do Mandacaru, local onde fica localizada a gruta de Nossa Senhora Virgem dos Pobres,de lá saímos em procissão com o andor muito bem ornamentado pelo primo Riva Bezerra, em direção a fazenda, em cujo pátio foi celebrada uma missa pelo Padre Gilberto, pároco da cidade. Prosseguindo o casal serviu lanches e refrigerantes para todos os presentes.

Esta já é a décima primeira vez que o casal manda celebrar a missa em agradecimentos a Nossa Senhora Aparecida por uma graça alcançada o que já se tornou uma tradição uma vez que pessoas de várias partes do município, bem como de Arcoverde e Maceió se deslocam para lá a fim de participarem do evento.
Ao final de tudo o casal agradeceu a presença de todos e deixou o convite para que no próximo ano todos se façam presentes.

Foi um dia abençoado por Deus e Nossa Senhora Aparecida, uma vez que participamos ativamente da missa, nos congratulamos com os nossos amigos e conterrâneos e parentes. Agradecemos a Deus por tão belo dia.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

CONTERRÂNEAS HISTÓRICAS - Dona Luizinha


Barra (AL), 10 de outubro de 2011


Luiza Villar de Mendonça, este é o nome de registro da minha mãe que nasceu no dia 10.10.10 e faleceu no dia 21.04.2000. Mamãe nasceu no Sítio Buenos Aires, exatamente a 101 anos, onde conviveu a sua mocidade e devido a queima do Vapor de Algodão do seu tio José Florentino Villar, vulgarmente conhecido como Zeca Beiêr (veja matéria no dia19/05/2011 com o título AS IGREJAS DE MATA GRANDE Igreja do Sítio Buenos Ayres) teve que ir morar na cidade. Ainda muito jovem, moça muito bonita com feições brejeiras, logo despertou o interesse e casou com o meu pai Balbino Alves Bezerras e juntos tiveram treze filhos dos quais somente sete permanecem vivos; pela ordem de nascimento: Faustino, Guilherme, Hildebrando, Germano, Helena, Valderez e Valdeci.

Após 22 anos de plena felicidade houve a separação de fato do casal e mamãe passou a ser a nossa única orientadora. À custa de muitos sacrifícios e ajuda dos seus irmãos, e também do meu pai, conseguiu educar a todos.

Não possuía si quer o primário, todavia, tinha uma experiência de vida, invejável a qualquer cidadão. Dava-nos aulas, ensinamentos de bom viver, educação de bom comportamento, tanto em casa como na escola e também para a boa convivência com a sociedade matagrandense . Estes ensinamentos ainda hoje servem para a nossa cidadania, os quais procuramos transmitir aos nossos descendentes.

À guisa de informação, vou relatar um caso:

Guilherme desde 1954 foi estudar em Satuba, depois em Barbacena-MG., e de lá foi para São Paulo, somente reaparecendo em 1967 quando casei.
Rapaz fidalgo, educado, já com os costumes paulistanos, conversando com Mamãe acendeu um cigarro. Prontamente, ela deixou de conversar.
Percebendo, ele perguntou:
- É por causa do cigarro? Ela então respondeu:
“Se Deus tivesse criado o homem para fumar, tinha feito ele com uma chaminé na cabeça”
O meu irmão jogou o cigarro fora e nunca mais acendeu um cigarro na vista dela.

Esta e outras histórias nos serviam de lição e aprendizado de vida e assim todos começaram a vida profissional, trabalhando com esmero e dedicação o que a deixava bastante orgulhosa em ter conseguido um dos seus principais objetivos, dar também educação escolar.

Não costumava tomar remédios e tampouco refrigerantes, tinha uma saúde invejável. Todas as manhãs tomava um banho com água fria, não se importava se fosse na época invernosa, quando os termômetros em Mata Grande costumam beirar os doze graus.
Ao completar 80 anos confessou: - Meu filho, a ladeira dos oitenta é muito pesada e justamente antes de completar os noventa faleceu, deixando uma enorme lacuna.

Mamãe costumava dizer que nunca encontrou um vizinho ruim e para comprovar leia o que escreveu o poeta Walter Medeiros, que deixou Mata Grande por volta de 1962, retornando para Natal-Rn., local onde se formou e ainda hoje reside, quando soube da sua partida para junto de Deus.




DONA LUIZINHA (Walter Medeiros)

Se eu voltar a Mata Grande,
Não verei Dona Luizinha;
Disseram que ela morreu.
Dona Luizinha, a vizinha.
Mais amiga e amável
Que esta vida nos deu.

Eu ainda a vi, velhinha,
Lembrando os belos tempos
Em que eu era vizinho seu.
Não por mim, por minha mãe,
A sua grande amiga,
Que também está com Deus.

Ela lembrava dos dias
Que a cidade começou
E que à noite era um breu.
Em meio às pedras da serra
Onde a cidade se encerra
Onde achou água e bebeu.

Depois, um dia, fazia,
Aquele pão com manteiga
Que a gente nunca esqueceu.
Se eu voltar a Mata Grande,
Não verei Dona Luizinha,
Nem pra lhe dizer adeus.

sábado, 8 de outubro de 2011

NOTÍCIAS DE MATA GRANDE - Sinalização de Trânsito







Barra-Al., 08 de outubro de 2011.

Hoje ao acordar após pedir a proteção do Senhor, apagar as luzes externas, verificar o sistema de abastecimento de água, fui ler as notícias dos jornais alagoanos. Navegando depois pelo facebook, deparei com um convite de amizade por parte da Prefeitura Municipal de Mata Grande o qual, como matagrandense não poderia deixar de aceitar e logo fiquei muito envaidecido em ver notícias do município, principalmente a da colocação de sinalização de trânsito. As fotos acima foram copiadas da aludida matéria.

Temos um trânsito caótico com alguns motoristas e motociclistas inabilitados, muitas vezes, com visíveis sinais de embriaguês, quando não, menores de idade , os quais, trafegam na contra mão, não respeitam quebra mola, estacionam em lugares indevidos, principalmente em frente a Prefeitura, local onde o trânsito fica ruim também para os pedestres.

Há muitos anos chegou em Mata Grande um delegado chamado Tenente Cantuário que estabeleceu algumas regras de trânsito, colocando placas e exigindo que os carros trafegassem dentro dos padrões normais com mão e contra mão, todavia, posteriormente, os ensinamentos, foram relegados ao esquecimento, coisa normal em nossa cidade, principalmente, no que tange aos detentores do Poder Público Municipal.

Atualmente o número de veículos, motocicletas e outros transportes, aumentou consideravelmente tornando-se necessário providências como esta, que visem minimizar os efeitos lesivos que o trânsito mal organizado causa aos cidadãos, por isto, registramos a louvável iniciativa da Prefeitura em colocar uma sinalização de trânsito adequada , criar a guarda municipal para a orientação e fiscalização das regras legais, favorecendo assim, o bem estar dos munícipes e visitantes.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

DICAS DE RELIGIÃO - Vale relembrar

Os Sete Pecados Capitais:
(Eles só foram enumerados no século VI, pelo papa São Gregório Magno (540-604), tomando como referência as cartas de São Paulo)
. Gula
. Avareza
. Soberba
. Luxúria
. Preguiça
. Ira
. Inveja

As Sete Virtudes:
(para combater os pecados capitais)
. Temperança.....(gula)
. Generosidade..(avareza)
. Humildade........(soberba)
. Castidade.........(luxúria)
. Disciplina.........(preguiça)
. Paciência..........(ira)
. Caridade...........(inveja)



Os Dez Mandamentos:
1º - Amar a Deus sobre todas as coisas
2º - Não tomar o Seu Santo Nome em vão
3º - Guardar os sábados
4º - Honrar pai e mãe
5º - Não matar
6º - Não pecar contra a castidade
7º - Não furtar
8º - Não levantar falso testemunho
9º - Não desejar a mulher do próximo
10º - Não cobiçar as coisas alheias

Os Doze Meses do Ano:
- Janeiro: homenagem ao Deus Janus, protetor dos lares
- Fevereiro: mês do festival de Februália (purificação dos pecados), em Roma;
- Março: em homenagem a Marte, deus guerreiro;
- Abril: derivado do latim Aperire (o que abre). Possível referência à primavera no Hemisfério Norte;
- Maio: acredita-se que se origine de maia, deusa do crescimento das plantas;
- Junho: mês que homenageia Juno, protetor das mulheres;
- Julho: no primeiro calendário romano, de 10 meses, era chamado de quintilis (5º mês). Foi rebatizado por Júlio César;
- Agosto: inicialmente nomeado de sextilis (6º mês), mudou em homenagem a César Augusto;
- Setembro: era o sétimo mês. Vem do latim septem;
- Outubro: na contagem dos romanos, era o oitavo mês;
- Novembro: vem do latim novem (nove);
- Dezembro: era o décimo mês

Os Doze Apóstolos:
1 - Simão Pedro
2 - Tiago ( o maior )
3 - João
4 - Filipe
5 - Bartolomeu
6 - Mateus
7 - Tiago ( o menor )
8 - Simão
9 - Judas Tadeu
10 - Judas Iscariotes
11 - André
12 - Tomé.
***Após a traição de Judas Iscariotes, os outros onze apóstolos elegeram Matias para ocupar o seu lugar.

Os Doze Profetas do Antigo Testamento:
1 - Isaías
2 - Jeremias
3 - Jonas
4 - Naum
5 - Baruque
6 - Ezequiel
7 - Daniel
8 - Oséias
9 - Joel
10 - Abdias
11 - Habacuque
12 - Amos

Os Quatro Evangelistas e a Esfinge:
. Lucas (representado pelo touro)
. Marcos (representado pelo leão)
. João (representado pela águia)
. Mateus (representado pelo anjo)

Os Quatro Elementos e os Signos:
. Terra (Touro - Virgem - Capricórnio)
. Água (Câncer - Escorpião - Peixes)
. Fogo (Carneiro - Leão - Sagitário)
. Ar (Gêmeos - Balança - Aquário)

DESABAFO

DESABAFO

Na fila do supermercado, o caixa diz uma senhora idosa:


- A senhora deveria trazer suas próprias sacolas para as
compras, uma vez que sacos de plástico não são amigáveis ao meio
ambiente.

A senhora pediu desculpas e disse:

- Não havia essa onda verde no meu tempo.

O empregado respondeu:

- Esse é exatamente o nosso problema hoje, minha senhora. Sua
geração não se preocupou o suficiente com nosso meio ambiente.


- Você está certo - responde a velha senhora - nossa geração não
se preocupou adequadamente com o meio ambiente. Naquela
época, as garrafas de leite, garrafas de refrigerante e cerveja
eram devolvidos à loja. A loja mandava de volta para a fábrica,
onde eram lavadas e esterilizadas antes de cada reuso, e eles,
os fabricantes de bebidas, usavam as garrafas, umas tantas
outras vezes.

Realmente não nos preocupamos com o meio ambiente no nosso
tempo. Subíamos as escadas, porque não havia escadas rolantes
nas lojas e nos escritórios. Caminhamos até o comércio, ao
invés de usar o nosso carro de 300 cavalos de potência a cada
vez que precisamos ir a dois quarteirões.

Mas você está certo. Nós não nos preocupávamos com o meio
ambiente. Até então, as fraldas de bebês eram lavadas, porque não
havia fraldas descartáveis. Roupas secas: a secagem era feita
por nós mesmos, não nestas máquinas bamboleantes de 220
volts. A energia solar e eólica é que realmente secavam
nossas roupas. Os meninos pequenos usavam as roupas que tinham
sido de seus irmãos mais velhos, e não roupas sempre novas.


Mas é verdade: não havia preocupação com o meio ambiente,
naqueles dias. Naquela época só tínhamos somente uma TV ou
rádio em casa, e não uma TV em cada quarto. E a TV tinha uma
tela do tamanho de um lenço, não um telão do tamanho de um
estádio; que depois será descartado como?


Na cozinha, tínhamos que bater tudo com as mãos porque não havia
máquinas elétricas, que fazem tudo por nós. Quando
embalávamos algo um pouco frágil para o correio, usamos
jornal amassado para protegê-lo, não plástico bolha ou
pellets de plástico que duram cinco séculos para começar a
degradar. Naqueles tempos não se usava um motor a gasolina apenas
para cortar a grama, era utilizado um cortador de grama que
exigia músculos. O exercício era extraordinário, e não
precisava ir a uma academia e usar esteiras que também
funcionam a eletricidade.

Mas você tem razão: não havia naquela época preocupação
com o meio ambiente. Bebíamos diretamente da fonte, quando
estávamos com sede, em vez de usar copos plásticos e garrafas
pet que agora lotam os oceanos. Canetas: recarregávamos com tinta
umas tantas vezes ao invés de comprar uma outra. Abandonamos as
navalhas, ao invés de jogar fora todos os aparelhos
'descartáveis' e poluentes só porque a lámina ficou sem
corte.

Na verdade, tivemos uma onda verde naquela época. Naqueles dias, as
pessoas tomavam o bonde ou ônibus e os meninos iam em suas
bicicletas ou a pé para a escola, ao invés de usar a mãe
como um serviço de táxi 24 horas. Tínhamos só uma tomada
em cada quarto, e não um quadro de tomadas em cada parede para
alimentar uma dúzia de aparelhos. E nós não precisávamos de
um GPS para receber sinais de satélites a milhas de distância
no espaço, só para encontrar a pizzaria mais próxima.


Então, não é risível que a atual geração fale tanto em meio
ambiente, mas não quer abrir mão de nada e não pensa em viver um
pouco como na minha época?

A.Desconhecido.

OUTRA POESIA DO POETA FILOCA NARRANDO SUA HISTÓRIA

Jose Freitas de Lima (Filoca)

(1)
Vou contar para vocês
Como foi minha infância
Lembrança do acontecido
O que passei quando criança
(2)
Na idade de ir pra escola
Papai nos deixou sozinho
Sem as mínimas condições
Fomos morar num ranchinho
(3)
Até os moveis que tinha
Painho vendeu na hora
Sem ter outra alternativa
Tivemos que pedir esmola
(4)
Eu tinha apenas 10 anos
Quando vi esta tristeza
Eu sem poder trabalhar
Faltava comida na mesa
(5)
Faltando tudo em casa
A comida, leite e café
Éramos todos pequenos
Mais todos com muita fé
(6)
O povo de Mata grande
É generoso demais
É quem dava a comida
Eu não pagarei jamais
(7)
As roupas e os calçados
Eram doação dos amigos
Agradeço sempre a Deus
A todos eu sempre bem digo
(8)
Tinha um dos meus amigos
Com ele eu aprendi ler
Quando ele lia em voz alta
Que era pra eu aprender
(9)
Aquele montão de letras
Para mim era um desenho
Quando eu as via na seqüência
Era bom meu desempenho.
(10)
Foi Deus que enviou um anjo
Por nome de João Praxedes
Que me chamou para trabalhar
Em quem a bondade excede.
(11)
Foi meu grande professor
Que eu considerava um pai
Era um grande guerreiro
Quantas saudades me trás.
(12)
Falo agora dos amigos
Que me ajudaram tanto
Que Deus abençoe a todos
E os cubra com seu manto.
(13)
Vou procurar não esquecer
Alguns amigos queridos
Mesmo não sendo citados
Ninguém será esquecido.
(14)
Só não vou falar os nomes
Pra não cometer injustiça
Meu abraço vai pra todos
Com amor e sem preguiça.
(15)
Jamais eu posso esquecer
Também não posso negar
As chances que ele me deu
Meu mestre Manoel Cumbá.
(16)
Fui servente de pedreiro
Trabalhei com muito amor
Seu e Luizinho e seu Boleiro
Foram os meus salvadores.
(17)
Eu vou parar minha historia
Agradecendo ao meu povo
Pela ajuda que me deram
Hoje eu sou um homem novo.
(18)
Que o bom Deus pague a todos
Já que eu nunca poderei pagar
Saúde pra os que estão vivos.
Aos que se foram um bom lugar.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

DICAS DE CULTURA - A Feijoada no Brasil

Maceió (AL), 06 de outubro de 2011.


HISTÓRIA DA FEIJOADA NO BRASIL.

“ A feijoada, um dos pratos mais famosos da culinária brasileira, se originou por meio dos costumes dos escravos africanos. O prato consiste na mistura de feijão preto, carne de porco, farofa, entre outros ingredientes.

Na época da escravidão, os senhores de escravos não comiam as partes menos nobres do porco, como orelhas, rabos ou pés e davam tais partes aos seus escravos.

Como a alimentação dos mesmos era baseada apenas em cereais, como milho e feijão resolveram pegar as partes dos porcos que eram rejeitadas e juntá-las com o feijão, cozinhando tudo em um mesmo recipiente, além de adicionar água, sal e pimentas diversas à mistura.
Estava feita a primeira feijoada.

Texto: Andréa Luz,Rev.Harmony, pag.09

DICAS DE SAÚDE - Simplesmente leia

Maceió (AL), 06 de outubro de 2011.

Um médico ocidental em visita ao Oriente ficou surpreso de ver a quantidade de velhos saudáveis, e, curioso sobre os aspectos da milenar medicina oriental, indagou de um experiente médico local qual o segredo para se viver mais e melhor.

Ouviu do mesmo a sábia resposta:

"- É muito simples.

É só:

Comer a metade.
Andar o dobro.

DICAS PARA REFLEXÃO - Aos Amigos Idosos

Maceió (AL), 06 de outubro de 2011.

Eu nunca trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa, minha amada família por menos cabelo branco ou uma barriga mais lisa.
Enquanto fui envelhecendo, tornei-me mais amável para mim, e menos crítico de mim mesmo.
Eu me tornei meu próprio amigo .. Eu não me censuro por comer biscoito extra, ou por não fazer a minha cama, ou para a compra de algo bobo que eu não precisava, como uma escultura de cimento, mas que parece tão “avant garde” no meu pátio.


Eu tenho direito de ser desarrumado, de ser extravagante. Vi muitos amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento.

Quem vai me censurar se resolvo ficar lendo ou jogar no computador até as quatro horas e dormir até meio-dia? Eu Dançarei ao som daqueles sucessos maravilhosos dos anos 60 & 70, e se eu, ao mesmo tempo, desejo de chorar por um amor perdido ... Eu vou.

Vou andar na praia em um short excessivamente esticado sobre um corpo decadente, e mergulhar nas ondas com abandono, se eu quiser, apesar dos olhares penalizados dos outros no jet set.
Eles, também, vão envelhecer. Eu sei que eu sou às vezes esquecido. Mas há mais, alguns coisas na vida que devem ser esquecidas. Eu me recordo das coisas importantes.
Claro, ao longo dos anos meu coração foi quebrado. Como não pode quebrar seu coração quando você perde um ente querido, ou quando uma criança sofre, ou mesmo quando algum amado animal de estimação é atropelado por um carro? Mas corações partidos são os que nos dão força, compreensão e compaixão. Um coração que nunca sofreu é imaculado e estéril e nunca conhecerá a alegria de ser imperfeito.

Eu sou tão abençoado por ter vivido o suficiente para ter meus cabelos grisalhos, e ter os risos da juventude gravados para sempre em sulcos profundos em meu rosto. Muitos nunca riram, muitos morreram antes de seus cabelos virarem prata.
Conforme você envelhece, é mais fácil ser positivo. Você se preocupa menos com o que os outros pensam. Eu não me questiono mais. Eu ganhei o direito de estar errado.

Assim, para responder sua pergunta, eu gosto de ser velho. Ele me libertou. Eu gosto da pessoa que me tornei. Eu não vou viver para sempre, mas enquanto eu ainda estou aqui, eu não vou perder tempo lamentando o que poderia ter sido, ou me preocupar com o que será. E eu vou comer sobremesa todos os dias (se me apetecer).

Que nossa amizade nunca se separe porque é direto do coração!
Fará bem para sua cabeça.


Enviado por e-mail pelo amigo Luiz Bezerra.

domingo, 2 de outubro de 2011

UM POUCO DE MATA GRANDE José Freitas de Lima-FILOCA

Barra de Santo Antonio-Al., 02 de outubro de 2011.


Quem conhece Mata Grande
Não esquece nunca mais
Vai lembrar do céu azul
Do verde dos coqueirais


Seu povo é hospitaleiro
Da criança ao idoso
Vá lá um dia e confirme
Que eu não sou mentiroso


Os nascidos em Mata Grande
São humildes e vivem bem
Mesmo sem ter grande estudo
Não faz vergonha a ninguém


Mata grande tem um clima
Que é mesmo medicinal
Cura asma e bronquite
Com a ajuda divinal


Sou filho de Mata Grande

sábado, 1 de outubro de 2011

DICAS DE AUTO AJUDA - Vida - Eterno Aprendizado

Maceió (AL, 01 de outubro de 2011.


"Vida - Eterno Aprendizado
Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída.

Aprendemos que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Aprendemos que perdemos tempo nos preocupando com fatos que muitas vezes só existem na nossa mente.

Aprendemos que é necessário um dia de chuva para darmos valor ao Sol, mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.

Aprendemos que heróis não são aqueles que realizam obras notáveis, mas os que fizeram o que foi necessário e assumiram as conseqüências dos seus atos.

Aprendemos que, não importa em quantos pedaços nosso coração está partido, o mundo não pára para que nós o consertemos.

Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.

Aprendemos que amar não significa transferir aos outros a responsabilidade de nos fazer felizes. Cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.

Aprendemos que o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM nós temos. E que boa família são os amigos que escolhemos.

Aprendemos que as pessoas mais queridas podem às vezes nos ferir. E talvez não nos amem tanto quanto nós gostaríamos, o que não significa que não amem muito, talvez seja o máximo que conseguem. Isso é o mais importante.

Aprendemos que toda mudança inicia um ciclo de construção, se você não esquecer de deixar a porta aberta.

Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Por isso, não vale a pena resgatar o passado. O que vale a pena é construir o futuro.

O nosso futuro ainda está por vir.

Então aprendemos que devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos."

(autor desconhecido)

DICAS PARA REFLEXÃO - Amigos

Maceió (AL), 01 de outubro de 2011.




AMIGOS

Vinicius de Moraes

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor,
eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos,
enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor,
que tivessem desaparecidos todos os meus amores,
mas enlouqueceria se desaparecessem todos os meus amigos!

Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos
e o quanto minha vida depende de suas existências ...

A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.

Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.

Mas, porque não os procuro com assiduidade,
não posso lhes dizer o quanto gosto deles.
Eles não iriam acreditar.

Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem
que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro,
embora não declare e não os procure.

E às vezes, quando os procuro,
noto que eles não tem noção de como me são necessários,
de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital,
porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente construí,
e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo!

Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese,
dirigida ao meu bem estar.
Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos,
cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim,
compartilhando daquele prazer ...

Se alguma coisa me consome e me envelhece

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

DICAS DE CULTURA - Coisas Que Não Lembramos.

Maceió (AL), 30 de setembro de 2011.

COISAS QUE NÃO LEMBRAMOS...

Os Três Reis Magos:

. O árabe Baltazar: trazia incenso, significando a divindade do Menino Jesus.

. O indiano Belchior: trazia ouro, significando a sua realeza.

. O etíope Gaspar: trazia mirra, significando a sua humanidade.

As Sete Maravilhas do Mundo Antigo:

1 - As Pirâmides do Egito
2 - As Muralhas e os Jardins Suspensos da Babilônia
3 - O Mausoléu de Helicarnasso ( ou O Túmulo de máusolo em Éfeso )
4 - A Estátua de Zeus, de Fídias
5 - O Templo de Artemisa (ou Diana)
6 - O Colosso de Rodes
7 - O Farol de Alexandria.

DICAS DE UTILIDADE PÚBLICA - Renovação de CNH

Maceió (AL), 30 de setembro de 2011.


NOVAS REGRAS:

A carteira só pode ser renovada durante o prazo de no máximo 30 dias após o vencimento da mesma.
Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente, e o condutor será obrigado a prestar todos os exames novamente: psicotécnico, legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira.


Esta lei não foi divulgada, e muitas pessoas já perderam suas carteiras de habilitação e terão de repetir todos os exames.
Fiquem atentos quanto ao vencimento de sua CNH.
Fora a multa, para tirar novamente a CNH fica por volta de R$ 1.200,00 e
leva + ou - de 2 a 3 meses.


As mudanças começaram a valer no dia 1º de ABRIL de 2011.Serão incluídos novos conteúdos, além de uma nova carga horária.
O Diário Oficial da União (DOU) publicou (22/11/2009) uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que altera as regras para quem vai tirar a carteira de motorista.
Entre as mudanças está a carga horária do curso teórico que vai passar de 30 para 45 horas aula e a do prático, de 15 para 20 horas aula. Serão incluídos novos conteúdos.

ALÉM DISSO: Providenciar com urgência a retirada do plástico do extintor. Mais uma regulamentação sem a devida divulgação!
O extintor de fogo obrigatório do carro tem que estar livre do plástico que acompanha a embalagem.
Se um policial rodoviário parar seu carro e verificar que o extintor está protegido pelo saco plástico, ele vai te autuar – 5 pontos na carteira e mais R$ 127,50.

DICAS DE UTILIDADE PÚBLICA- Veneno Ecológico para Matar Ratos

Maceió (AL), 30 de setembrode 2011.



PROTEJA SUA FAMILIA E OUTRAS PESSOAS NATURALMENTE, ELIMINE OS ROEDORES SEM PREJUDICAR A NATUREZA.

PARA QUEM MORA EM CASA OU APARTAMENTO.

VENENO ECOLÓGICO PARA MATAR RATOS - UTILIDADE PÚBLICA

NOSSOS CIENTISTAS SÃO FERAS MESMO! VIVENDO E APRENDENDO.. MÉTODO USADO POR CRIADORES DE PÁSSAROS.

COMBATENDO OS RATOS:

MUDEI-ME HÁ POUCOS MESES PARA O PRIMEIRO ANDAR DE UM PRÉDIO E, COMO TODO PAULISTANO, ESTOU SENDO VÍTIMA DESSES INDESEJÁVEIS HÓSPEDES. PERGUNTA DAQUI, PERGUNTA DALI E UMA AMIGA ME DISSERAM QUE FEIJÃO TRITURADO MATAVA RATOS, MAS NÃO DETALHOU. FUI PESQUISAR E DESCOBRI ESSE ESTUDO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (QUE É O LINK DESTE POST).

COMO FAZER:

PEGUE UMA XÍCARA DE QUALQUER FEIJÃO CRU (SEM LAVAR MESMO), COLOQUE NO MULTIPROCESSADOR, OU LIQUIDIFICADOR (SEM ÁGUA) E TRITURE ATÉ VIRAR UMA FAROFINHA BEM FININHA, MAS SEM VIRAR TOTALMENTE PÓ.

ONDE COLOCAR:

COLOQUE EM MONTINHOS (UMA COLHER DE CHÁ) NOS CANTOS DO CHÃO, PERTO DAS PORTAS E JANELAS (SIM ELES ESCALAM AS JANELAS), ATRÁS DA GELADEIRA, ATRÁS DO FOGÃO, ATRÁS DE TUUUUUUUUUDO !

O QUE ACONTECE:

O RATO COME ESSA FAROFINHA, DILICIA... NHAMI NHAMI... MAS ELE NÃO TEM COMO DIGERIR O FEIJÃO CRU, POR FALTA DE SUBSTÂNCIAS QUE DIGEREM FEIJÃO CRU, CAUSANDO ASSIM UM ENVENENAMENTO NATURAL POR FERMENTAÇÃO.
RESUMINDO: A RATAIADA MORRE EM ATÉ 3 DIAS.

DETALHE IMPORTANTE:

AO CONTRÁRIO DOS TRADICIONAIS VENENOS (RACUMIM, POR EXEMPLO) O RATO MORRE E NÃO CONTAMINA ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO E, POR SUA VEZ, MORREM POR TEREM COMIDO O RATO ENVENENADO.. E A QUANTIDADE DE FEIJÃO QUE ELE INGERIU E MORREU É INSUFICIENTE PARA MATAR UM CÃO OU GATO, MESMO PORQUE ESTES GOSTAM DE MATAR PRA COMER, MAS MORTO ELES NÃO COMEM.
SE TIVER CRIANÇAS PEQUENAS (BEBÊS) AINDA EM PERÍODO DE ENGATINHAMENTO, QUE COLOCAM TUDO NA BOCA, NÃO FAZ MAL ALGUM, POIS O FEIJÃO PARA O SER HUMANO, MESMO CRU, É DIGERIDO.

NÃO TEM CONTRA-INDICAÇÃO

Recebido por e-mail dos conterrâneos José Freitas e Manoel Emilson.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

DICAS DE RELIGIÃO - O Sinal da Cruz

Maceió (AL), 22 de setembro de 2011.

SINAL DA CRUZ

(†)-Pelo sinal da Santa Cruz, (†) livrai-nos Deus, Nosso Senhor, (†) dos nossos inimigos, (†) em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.


O Sinal da Cruz é uma oração importante que deve ser rezada logo que acordamos, como a nossa primeira oração, para que Deus, pelos méritos da Cruz de Seu Divino Filho, nos proteja durante todo o dia.
Com este Sinal, que é o sinal do cristão, nós pedimos proteção contra os nossos inimigos.

Que inimigos?
† Pelo sinal da Santa Cruz: ao traçarmos a primeira cruz em nossa testa, nós estamos pedindo a Deus que proteja a nossa mente dos maus pensamentos, das ideologias malsãs e das heresias, que tanto nos tentam nos dias de hoje e mantendo a nossa inteligência alerta contra todos os embustes e ciladas do demônio;

† Livrai-nos Deus, Nosso Senhor: com esta segunda cruz sobre os lábios, estamos pedindo para que de nossa boca só saiam palavras de louvor: louvor a Deus, louvor aos Seus Santos e aos Seus Anjos; de agradecimento a Deus, pois tudo o que somos e temos são frutos da Sua misericórdia e do Seu amor e não dos nossos méritos; que as nossas palavras jamais sejam ditas para ofender o nosso irmão.

† Dos nossos inimigos – esta terceira cruz tem como objetivo proteger o nosso coração contra os maus sentimentos: contra o ódio, a vaidade, a inveja, a luxúria e outros vícios; fazer dele uma fonte inesgotável de amor a Deus, a nós mesmos e ao nosso próximo; um coração doce, como o de Maria e manso e humilde como o de Jesus.


† O Sinal da Cruz, Em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo, feito com fé e bem feito ( Na testa, no meio do peito e primeiro no ombro esquerdo e depois no ombro direito), é uma oração poderosa que te liberta de qualquer coisa que esteja perto de você.
Faça com orgulho de ser cristão, e não rápido e escondido como se estivesse com vergonha.

Enviado por e-mail, autor desconhecido.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

DICAS DE SAÚDE - Como tentar evitar um derrame.

Maceió (AL), 20 de setembro de 2011.

DERRAME – Como tentar evitar -

Quando um derrame estiver a ocorrer, fique calmo. Independentemente de
onde a vitima estiver, não o/a mova de lugar. Porque se a pessoa for movida, os capilares vão se romper.
Ajude a vitima a ficar de pé para prevenir que ela/ele não volte a cair porque se não o derrame de sangue pode começar de novo. Se tiver na sua casa uma seringa seria o melhor. Se não tiver, pode usar uma agulha de costura ou um alfinete estreito.

1. Aqueça a agulha/ alfinete para esterilizar e depois dê uma
alfinetada com a ponta, em todos os dedos das mãos do paciente.

2. Não há pontos específicos nos dedos para a acupuntura ser feita,
mas pode picar 1 milímetro perto da unha.

3. Pique até o sangue começar sair.

4.Se o sangue não começar a sair, então aperte (pressione) com os seus dedos.

5.Quando todos os 10 dedos começarem a sangrar, espere alguns minutos
e depois puxe as suas orelhas até ficarem vermelhas.

7.Depois pique cada um dos lóbulos das orelhas até começar a sair uma
gota de sangue de cada lóbulo. Depois de alguns minutos a vitima
começará a recuperar os sentidos.

Espere até que a vitima recupere o seu estado normal e, só quando já
não tiver nenhum sintoma anormal, leve-o para o hospital. De outra
maneira, se ele for levado as pressas para o hospital, a viagem
turbulenta que ele vai ter, vai fazer com que os vasos capilares no
seu cérebro se rompam.

Autor Desconhecido.